Renda, internacionalização e jovens: Sport acerta com promotora europeia para vídeos

83
(Foto: Paulo Paiva/ DP Foto)

Em tempos globalizados, o futebol se torna, cada vez mais, um mercado internacional, seja pelo consumo de produtos por fãs em outros países ou pelas transações de jogadores. De olho no mercado, o Sport acertou parceria com uma promotora europeia para tentar “virar notícia” para além do Brasil. Através do acordo, a empresa vai expor conteúdos do Sport para 800 empresas de mídia em 150 países dando visibilidade e retorno financeiro direto ao Leão, como explicou o vice-presidente de comunicação do Clube, Jurandir Gayoso.

Antes de lançar o aplicativo de streaming, a gente vai lançar a parceria com uma empresa, que a gente vai divulgar já na próxima semana. É uma empresa europeia que tem 800 publishers (mídias) digitais no mundo inteiro, trabalha com os maiores clubes do mundo, em mais de 150 países. Ela faz shortfilms (filmes curtos) e repassa para os publishers. Esses, montam os vídeos nas plataformas deles e a gente é monetizado”, disse Jurandir, que afirmou que esses vídeos também serão utilizados nas redes do clube.


Na visão do dirigente, esse retorno financeiro direto não deve ser um valor muito grande, até pelo porte do clube em comparação a outros parceiros da empresa, mas pode ajudar na entrada em novos mercados. “No início vai ser, talvez, um valor pequeno, porque a gente vai estar no mesmo ecossistema de Real Madrid, Barcelona, todos esses times. Mas, como é uma plataforma que já está estabelecida de forma volumosa na Europa, a gente pretende fazer com que a nossa marca seja mais vista fora do Brasil e essas pessoas tenham a curiosidade para saber mais do Sport e, de alguma forma, consumir os produtos do Sport”.

11